xREDIRECT

Tempo de leitura: 12 minutos

Mais um plugin disponibilizado para vocês trata-se do nada mais e nada menos xREDIRECT do xOR programador de softwares e um ótimo scripter pawn (linguagem utilizada para criar plugins .amxx).

 

Eu tenho esse plugin faz muitos anos e já utilizei em muitos servidores, porém ele tinha um pequeno problema para redirecionar players @Steam depois que o CS 1.6 atualizou em 2013, mas eu fixei este erro a alguns anos atras nesta versão que estou disponibilizando, portanto ele vai redirecionar qualquer player seja Steam ou no-steam (na versão estável).
O plugin faz várias coisas que podem ser ativados ou desativados separadamente pela CVAR:
  • Na inicialização, lê os servidores disponíveis do SERVERFILE (“amxmodx/config/serverlist.ini” por padrão)
  • dizer /server  mostra uma lista de servidores disponíveis (se redirect_manual for 1) – as pessoas podem escolher um número da lista e são imediatamente enviadas para esse servidor.
  • Quando o servidor está cheio (um espaço livre para a esquerda, isto é), as pessoas são reencaminhadas automaticamente para um servidor aleatório ou o próximo servidor, a lista – redirect_auto controla isso com os slots de administrador ativados quando um administrador (ou seja, ele tem um sinalizador de reserva) conecta a última pessoa que havia conectado anteriormente é redirecionada para outro servidor ou é desconectado se não houver outro para ser redirecionado um limite pode ser definido quantos administradores podem estar lá ao mesmo tempo.
  • Quando um servidor da lista está cheio ou desativado, o servidor está desabilitado no menu e os jogadores não são redirecionados automaticamente – para poder verificar se um servidor está desativado redirect_check_method deve ser > 0 e verificar se ele está completo redirect_check_method deve ser > 1
  • os servidores são anunciados a cada redirect_announce segundos – ajustados para 0 para desligar os anúncios; a lista do servidor é mostrada como mensagem HUD e para jogadores vivos exibidos no topo e para jogadores mortos exibidos em algum lugar abaixo do topo, portanto não são cobertos pelas “barras de espectadores”; Quanta informação os anúncios incluem depende do método de seleção de redirecionamento.
  • Dependendo dos servidores redirect_check_method pode ser verificado se o mapa está em falta ou até o atual, o número de jogadores atuais e os jogadores máximos podem ser exibidos no menu e nos anúncios – quando nenhum servidor está disponível para o redirecionamento automático, o jogador será desconectado com um mensagem apropriada no seu console.
  • Quando alguém é redirecionado de forma manual ou automática, isso é mostrado aos outros jogadores dizendo quem foi redirecionado e para qual servidor ele foi, também é anunciado que as pessoas podem dizer /follow para acompanhar este jogador para o servidor e também são redirecionadas – tanto os anúncios quanto o recurso de seguimento podem ser ativados ou desativados por CVAR (redirect_follow).
  • O plugin é compatível com o idioma Português (bp) e Inglês (en), assim você precisa colocar o (redirect.txt em amxmodx/data/lang/).
  • O servidor pode mostrar se alguém que acabou de conectar foi redirecionado para o servidor e de que servidor ele vem o próprio endereço IP é detectado automaticamente e desativado na lista do servidor – a detecção automática não funciona se você usar nomes DNS no SERVERFILE – neste caso, defina o endereço DNS do próprio servidor no endereço redirect_external_address para que a detecção funcione – detectando o próprio servidor é NECESSÁRIO para o plugin funcionar corretamente.
  • Com CVAR redirect_retry definido como 1, o servidor pode colocar as pessoas em uma fila de repetição para ser redirecionado de volta para o último servidor (por exemplo, quando eles foram redirecionados automaticamente, mas apenas querem jogar no servidor ao qual eles estão conectados) a lista de servidores pode ser carregada a partir de um banco de dados SQL (somente na versão beta), estatísticas sobre redirecionamentos podem ser gravadas em um arquivo vault ou para um banco de dados SQL (somente na versão beta).

 

Comandos do cliente disponíveis: os comandos em negrito só estão disponíveis nas versões beta.

  • dizer /server – mostrar o menu de redirecionamento do servidor
  • say_team /server – mostra o menu de redirecionamento do servidor
  • pickserver – mostra o menu de redirecionamento do servidor
  • dizer /follow – siga o último jogador redirecionado para o servidor dele
  • say_team /follow – siga o último jogador redirecionado para o servidor dele
  • dizer /retry – redirecionar de volta assim que o servidor anterior tiver um slot livre
  • say_team /retry – redirecione de volta assim que o servidor anterior tiver um slot livre
  • say /stopretry – pare de repetir o servidor anterior
  • say_team /stopretry – pare de repetir o servidor anterior
  • redirect_announce_now – anuncia lista de servidores imediatamente, requer acesso ADMIN_KICK
  • redirect_user – <playername | playerid> [servernum] – redirecionar um jogador [para um determinado servidor], requer acesso ADMIN_KICK
  • redirect_queue – mostra a fila de redirecionamento atual, requer acesso ADMIN_KICK
  • redirect_stats – mostre estatísticas sobre redirecionamentos, requer acesso ADMIN_KICK, apenas disponível se o SQL não for usado
Arquivo de lista de servidores:
o arquivo está no formato ini. O nome da seção é o nome do servidor. As teclas aqui são usadas para definir as propriedades do servidor e substituir as configurações CVAR gerais, por exemplo, você pode ter o redirecionamento manual (o menu) habilitado, mas ainda desativá-lo para um único servidor configurando no manual=1 para esse servidor no arquivo serverlist.ini.
As seguintes chaves são reconhecidas:
(letras em negrito só estão disponíveis na versão beta do plugin corrigida apenas para Servidores Steam sem dproto).
  • id=ID do servidor (usado para identificação única em estatísticas ou para mostrar de onde um jogador foi redirecionado) – configurá-lo permite ter diferentes ordens de servidores em cada serverlist.ini em cada servidor.
  • address= endereço do servidor (pode ser nome IP ou DNS)
  • localaddress= o endereço do servidor que o servidor possui na rede local – apenas é necessário especificar, quando os jogadores também podem se conectar ao servidor a partir de uma rede local.
  • port= porta do servidor – um valor entre 1025 e 65536, padrão 27015
  • cmdbackup= define com que frequência a solicitação UDP é reenviada para o servidor (com redirect_check_method> 0), padrão 2
  • noauto=1 desativa o redirecionamento automático para esse servidor independentemente do que o redirect_auto esteja configurado.
  • nomanual=1 desabilita o redirecionamento manual para esse servidor independentemente do que redirect_manual esteja configurado, 0 significa que controlado pelo redirect_manual default é 0
  • nodisplay= se este for definido como 1, ele irá ocultar o servidor da lista /server e anúncios, padrão 0.
  • adminslots= se este estiver configurado para 1, o plugin redirecionará apenas pessoas com espaço reservado, se for, por exemplo, 12/13 jogadores no servidor de destino, padrão 0.
  • password= a senha necessária para se conectar ao servidor, padrão <nenhum>.
  • publicpassword= se configurado para 1, todos os jogadores podem se conectar a servidores com senha, quando configurado para 0 apenas administradores, o padrão 0.
  • private= se configurado para 0, o servidor não é privado, configurando-o para “ocultar” (sem aspas!) esconderá o servidor apenas para não-administradores do menu e anúncios (como nodisplay=1, que também afeta administradores), configuração para “fullhide” (sem aspas!) é como “ocultar”, mas também não exibe a mensagem “X foi redirecionada para Y” quando um administrador se redireciona lá, padrão 0.
  • category= isso irá atribuir o servidor à categoria com o nome dado, por exemplo, “Aim map servers”, definir a categoria sem aspas , o padrão não é atribuição de categoria.

Se um valor não for especificado, o valor padrão será usado. A chave do “address” e “port” sempre deve ser especificada e não tem um valor padrão.

Aqui está um exemplo sobre como o arquivo do servidor pode parecer:

serverlist.ini

[servidor de exemplo 1]
address=exemplo.seudominio.com
port=27015
cmdbackup=5 (opcional)
noauto=1 (opcional)
nomanual=1 (opcional)
nodisplay=0 (opcional)
ou
[servidor de exemplo 2]
address=189.99.99.99
port=27015

Todos os servidores devem ter o mesmo SERVERFILE.INI.
Isso significa que, se você obteve o Servidor A e o Servidor B, o Servidor A deve ter Servidor A e Servidor B na lista. Portanto, um servidor sempre tem que ter em sua lista . Caso contrário, o plugin não funcionará corretamente. O plugin não é estúpido – ele irá garantir que as pessoas não possam redirecionar para o mesmo servidor novamente, não se preocupe com isso. Ele listará o servidor como desativado.
Também várias partes no plugin dependem do fato de que todos os servidores têm o mesmo número (assim, a mesma ordem no arquivo serverlist.ini).
Além das limitações técnicas, você facilita ao usuário a sensação de seus servidores se você sempre fornecer a mesma lista, independentemente do servidor que ele é. Se a lista não estiver na mesma ordem seria diferente em cada servidor, você simplesmente confundiria seus usuários.
No entanto, se você ainda deseja ter uma ordem diferente de servidores em cada serverlist.ini, você precisa definir o atributo “id” na lista do servidor (atualmente disponível apenas em versão beta).
Não há necessidade de adicionar nomanual=1, noauto=1 ou similar ao servidor que é o servidor no qual o plugin está sendo executado. O plugin detectará isso e impedirá que as pessoas sejam redirecionadas para o mesmo servidor.
CVARs:
Estes CVAR devem ser configurados no amxx.cfg do servidor. Eu já disponibilizei elas junto com o plugin aqui no fórum, então você não precisa configurar tudo apenas copie e cole em seu amxx.cfg edite conforme sua necessidade.
Não quer ler uma documentação completa e depois configurar tudo à mão com um editor de texto e observar dependências entre CVARs?
Para fácil configuração gráfica CVAR, basta abrir este arquivo:
(você precisa ter xVarConfig instalado para que isso funcione)
Requisitos:
  • Metamod v1.18
  • HLDS v3.1.1.1
  • AMXX v1.70 (v1.80 para beta)
Basicamente, o plugin destina-se a trabalhar com
– todas as versões HL1 (versões de vapor e nosteam)
– a versão AMXX mais recente e a última e mais recente.
Foi visto trabalhando com CS 1.5 (WON2), CS 1.6, Condition Zero, Natural Selection, Day of Defeat e Team Fortress Classic. Também deve funcionar com HLTV.
Módulos:
o plugin requer o módulo de sockets a ser carregado. Você pode habilitá-lo em seus modules.ini. (Caso use amxx 1.8.2, em amxx 1.8.3 dev não precisa habilitar).
Solução de problemas:
Se você tiver problemas com a funcionalidade do plugin, primeiro verifique se seu problema/pergunta já está explicado nas FAQ do plugin.
Se não estiver, você pode fazer suas perguntas aqui neste tópico. Eu não vejo meus PM regularmente, mesmo quando o fórum me notifica deles. Você provavelmente apenas aumentará seu tempo de espera se você usar um PM em vez de perguntar neste tópico. Além disso, você simplesmente joga fora suas chances de que alguém o ajude, que pode fazer isso tão bem quanto eu.
Em quase todos os casos, pessoas que tentam ajudá-lo precisam dessa informação:
  • mod do jogo
  • Versão xREDIRECT
  • Versão AMXX
  • todos os CVARs do xredirect (então todos começando com redirect_, geralmente em seu amxx.cfg) de um dos servidores
  • o conteúdo do seu arquivo serverlist.ini

Fornecer essa informação juntamente com sua pergunta/problema reduzirá o tempo até que alguém possa ajudá-lo. Se a informação estiver faltando, provavelmente você acabará com alguém afirmando que não pode ajudá-lo sem essa informação, pedindo que você informe isso.

Diferenças Beta e estáveis:
Quando uma versão beta parece ser estável por algum tempo mais longo e testadas por mais algumas pessoas, ela se tornará uma versão estável e substituirá o último estável. Pode haver várias versões beta antes de uma nova versão ser colocada em estável.

Versões estáveis são aquelas que já foram testadas e corrigidas, porem sem novas funcionalidades das versões betas.
Portanto, a versão beta possui os recursos mais recentes, mas o maior risco de conter erros. A decisão sobre qual versão você deseja usar depende de você.
Instalação:
Observe que o arquivo .sma e .inc só é necessário quando você deseja recompilar o xREDIRECT, se você deseja fazer isso acesse o post original no final deste tópico.
Os arquivos entram nesses diretórios (em relação ao seu diretório amxx):
  • xredirect.amxx -> /plugins
  • serverlist.ini -> /configs
  • redirect-language.zip -> /data/lang (leia o arquivo leia-me no zip)
  • xredirect.sql.txt -> ( somente na versão beta ) se estiver usando o SQL: execute esse script SQL em seu banco de dados.
DOWNLOADS ↴
(UPDATE) Revisão do código e corrigido para redirecionar clientes Steam (Para Servidores Steam e No-Steam). Steam bloqueou o comando connect no cliente, não funciona mais para @steam.
(UPDATE) Revisão do código e corrigido para redirecionar clientes Steam (Somente para Servidores Steam sem dproto).
Steam bloqueou o comando connect no cliente, não funciona mais para @steam.
Links:

Deixe um comentário:

avatar